Saiba mais sobre o Hamas

Principal vencedor das eleições palestinas, o Hamas abre uma nova era na política do Oriente Médio. Leia o histórico do partido:NOME: Formada pelas iniciais de Harakat al-Muqawamah al-Islamiyyah, ou Movimento de Resistência Islâmica. Em árabe, Hamas significa "zelo". O nome apareceu pela primeira vez num panfleto de 1987 que prenunciava o lançamento da primeira intifada (levante) palestina contra Israel, de 1987 a 1993.OBJETIVO DECLARADO: Estabelecer uma teocracia islâmica nos territórios de Israel, Cisjordânia e Faixa de Gaza. O grupo sunita não reconhece o Estado de Israel e está comprometido com sua destruição.MEIOS DE OPERAÇÃO: Construiu uma base de apoio através de locais de oração e uma rede de atendimento de saúde, educação e de serviços de bem-estar social em toda Faixa de Gaza e Cisjordânia. Prega a resistência armada contra Israel, e já promoveu dezenas de atentados suicidas a bomba e outros contra alvos israelenses, matando centenas de pessoas. Sua ala militar é conhecida como Brigadas Izzedine al-Qassam. É considerado como um grupo terrorista pelos EUA, União Européia e Israel.FINANCIAMENTO: Serviços comunitários financiados por agências árabes e beneficentes islâmicas. Israel acusa a ala militar de ser financiada pelo Irã, Síria e palestinos vivendo no exterior.RAÍZES: Começou como um ramo da Irmandade Muçulmana na década de 1970. Israel incentivou inicialmente o crescimento do Hamas a fim de ser um contrapeso à Organização de Libertação da Palestina, de Yasser Arafat. No começo concentrou-se em atividades sociais; a facção militante liderada pelo xeque Ahmed Yassin assumiu o controle do grupo na década de 1980.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.