Sakineh sairá da prisão para ir ao funeral da mãe

Sakineh Mohammadi Ashtiani, a mulher condenada a apedrejamento no Irã por adultério e envolvimento no assassinato do marido, recebeu permissão para se ausentar por algumas horas da prisão para ir ao enterro da mãe.

AE, Agência Estado

13 de julho de 2011 | 19h43

A informação é da agência estatal iraniana, Irna, e foi divulgada hoje Não está claro quando Sakineh saiu da prisão para comparecer ao funeral. Segundo a Irna, isso teria ocorrido "nos últimos dias". Um funcionário do Judiciário local, Malek Ajdar Sharifipour, disse que não houve nenhuma alteração no caso de Sakineh no Irã.

Sakineh foi sentenciada em 2006 depois de ter sido considerada culpada de adultério. Ela foi condenada à morte por apedrejamento, mas o caso gerou muita repercussão ao redor do mundo. Posteriormente, ela foi acusada de mandar matar o marido e acabou condenada a cumprir sentença de dez anos de prisão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SakinehprisãoIrãfuneral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.