Saldo de catástrofe no Japão já é de 23 mil vítimas

Número de mortos pelo terremoto e posterior tsunami subiu para 9.301, enquanto o de desaparecidos chegou a 13.786

Efe,

23 de março de 2011 | 03h58

TÓQUIO - O número de mortos em consequência do terremoto e do posterior tsunami do dia 11 no Japão foi atualizado nesta quarta-feira, 23, para 9.301, enquanto o de desaparecidos subiu a 13.786, de acordo com o último boletim da Polícia japonesa.

 

Doze dias depois do terremoto de 9 graus no litoral nordeste do Japão, o pior desastre natural no país após a Segunda Guerra Mundial, a previsão é que o número de vítimas ainda aumente, enquanto se tenta reconstruir as estruturas danificados para atender aos desabrigados.

 

Cerca de 320 mil pessoas foram evacuados de suas casas a 2.100 abrigos temporários.

Entre eles se encontram os 200 mil evacuados nos arredores da usina nuclear de Fukushima, onde técnicos e militares tentam restabelecer a eletricidade em seus reatores para evitar vazamentos de radiação.

 

Segundo os números oficiais, em Miyagi houve 5.607 mortos, além de 2.875 em Iwate e 762 em Fukushima, enquanto os desaparecidos são contados aos milhares nessas três províncias, as mais devastadas.

Mais de 700 réplicas já sacudiram o território do Japão depois do terremoto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.