Saleh deve sair do Iêmen para tratamento

O enviado da ONU para o Iêmen, Jamal Benomar, disse ontem que o ditador Ali Abdullah Saleh deve deixar o país para receber tratamento médico no exterior. Saleh assinou em novembro um acordo de transferência de poder. O governo de transição, que tomou posse no sábado, organiza as eleições presidenciais do país, marcadas para 21 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.