Saleh não volta ao Iêmen, diz autoridade saudita

O presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, não voltará ao país, afirmou hoje uma importante autoridade da Arábia Saudita, onde o líder recebe tratamento. O governo iemenita, porém, tem dito que em breve o líder retornará ao país e retomará seu posto.

AE, Agência Estado

17 de junho de 2011 | 09h59

"O presidente iemenita não retornará ao Iêmen", afirmou a autoridade saudita, pedindo anonimato. Saleh foi ferido por um ataque contra o complexo presidencial e levado para a Arábia Saudita para ser tratado, porém não há informações claras sobre seu estado de saúde. O governo do Iêmen enfrenta meses de protestos e pressão da oposição por reformas democráticas. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.