Saleh pede voto em candidato único em eleição no Iêmen

Depois de mais de 30 anos no poder, o presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, conclamou os eleitores do país a votarem em Abdrabuh Mansur Hadi nas eleições marcadas para amanhã para "assegurar uma transição pacífica de poder", noticiou hoje a mídia estatal iemenita.

RICARDO GOZZI, Agência Estado

20 de fevereiro de 2012 | 16h03

"Eu convido vocês a participarem ativamente deste acontecimento democrático e a irem às urnas para votar em Abed Rabbo Mansour Hadi" para futuro presidente do Iêmen, disse Saleh em pronunciamento distribuído pela agência estatal de notícias Sabah. Hadi era vice de Saleh.

"Este evento ocorre como parte do plano por nós adotado de promover uma transição pacífica de poder para tirar nosso povo desta crise iniciada há um ano e que paralisou nosso desenvolvimento no período", disse Saleh em menção ao acordo mediado por outros países do Golfo Pérsico e assinado em novembro do ano passado.

Com base no acordo, Hadi foi apresentado como candidato único e de consenso na votação marcada para amanhã, na qual os iemenitas terão simplesmente de dizer se o aceitam ou não como novo presidente do país.

Depois de meses de sangrentos confrontos e diversas promessas descumpridas, Saleh cedeu em novembro às pressões interna e externa para que deixasse o poder, depois de 33 anos, em troca de anistia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenEleiçõesHadi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.