Saleh retorna ao Iêmen após 3 meses na Arábia, diz TV

O presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, retornou a Sanaa, capital do país, após mais de três meses de internação na Arábia Saudita, onde ele foi se tratar de ferimentos recebidos após a explosão de uma bomba colocada em uma mesquita existente no interior do palácio presidencial, informou a rede de TV estatal nesta sexta-feira.

Agência Estado

23 Setembro 2011 | 03h04

Saleh, que desde janeiro vinha enfrentando grandes protestos de populares nas ruas, que exigiam sua renúncia, foi hospitalizado em Riad no dia 4 de junho, um dia após o ataque.

O retorno do presidente a Sanaa ocorre num momento em que a violência assola a capital do país, com pelo menos 100 pessoas mortas em confrontos desde domingo entre homens ligados ao líder tribal Sadek al-Ahmar, que faz oposição ao regime, e os partidários de uma autoridade tribal ligada ao presidente Saleh, Saghir ben Aziz. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Iêmen retorno presidente Saleh

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.