Samsung terá de pagar US$ 119 mi a Apple por patentes

A Apple obteve uma pequena vitória na sua mais recente disputa de patentes com a Samsung, após um tribunal federal dos EUA decidir na noite desta sexta-feira que alguns produtos da companhia sul-coreana infringiram duas patentes de software da fabricante do iPhone. O tribunal ordenou que a Samsung pague US$ 119,6 milhões por danos, bem abaixo do volume de US$ 2,2 bilhões solicitado pela Apple.

AE, Agência Estado

03 Maio 2014 | 08h29

O mesmo tribunal, no entanto, decidiu que a Apple também infringiu uma patente da Samsung, ordenando que a companhia norte-americana pague US$ 158,4 mil para a rival. O júri, formado por oito membros, deliberou durante três dias, após quatro semanas de audiências.

Segundo Brian Love, professor de direito na Universidade de Santa Clara, a decisão na verdade foi boa para a Samsung. "A indenização é menos de 10% do que a Apple tinha pedido e provavelmente não supera muito a quantia que a Apple gastou com este processo", comenta. "A Apple iniciou esse litígio anos atrás com o objetivo de desacelerar a expansão meteórica do smartphones que usam o sistema operacional Android. Até agora não conseguiu isso, e esse caso não ajuda muito", acrescenta.

Enquanto se enfrentam em tribunais em diversas partes do mundo, Apple e Samsung estão perdendo espaço para companhias chinesas. Dois anos atrás, as duas respondiam por mais de 55% do mercado global de smartphones, segundo a consultoria Strategy Analytics. No primeiro trimestre deste ano, essa fatia caiu para 47%.

Uma porta-voz da Apple disse que a decisão reforça a crença de que a Samsung "roubou deliberadamente nossas ideias e copiou nossos produtos". Segundo ela, a companhia "vai lutar para defender o trabalho duro que resultou em produtos populares como o iPhone". Já a Samsung disse que "é inapropriado comentar o caso enquanto o júri ainda está deliberando". Na sexta-feira, a juíza distrital Lucy Koh pediu que o júri reconsiderasse o veredicto sobre um celular da Samsung que teria infringido uma patente de auto-completar da Apple, já que não havia sido determinada uma indenização para este caso. Assim, o júri voltará a se reunir na segunda-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
APPLE SAMSUNG INDENIZAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.