Sanções dão prejuízo mensal de US$ 5 bi a Irã

Cálculos do Departamento de Estado americano indicam que Teerã perde US$ 5 bilhões em renda mensal em razão das sanções econômicas impostas pelos países do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Essa seria a principal razão pela qual o presidente do Irã, Hassan Rohani, decidiu sentar à mesa de discussões com representantes dos Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Rússia, China e Alemanha (P5+1).

PARIS, O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2013 | 02h09

A estimativa foi dada pela embaixadora americana na ONU, Samantha Power, à CNN. Se o cálculo for preciso, perdendo US$ 5 bilhões por mês o Irã totaliza um prejuízo de US$ 120 bilhões desde que o cerco econômico foi apertado.

A título de comparação, o Produto Interno Bruto (PIB) do Irã foi em 2011 de US$ 514,1 bilhões, de acordo com dados do Banco Mundial. Além do governo e das empresas do país, o sistema financeiro iraniano também estaria sufocado. Um total de US$ 100 bilhões em recursos iranianos estariam congelados em diferentes bancos do mundo, segundo Samantha Power. / A.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.