NYT
NYT

Sanders é o democrata que mais investiu nas propagandas em Nevada nesta eleição

Candidato ficou 20 dias no Estado e gastou US$ 1,54 milhão para garantir a vitória e se consolidar como principal força para concorrer com Trump em novembro

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2020 | 17h31

WASHINGTON - Bernie Sanders foi o democrata que mais investiu dinheiro na campanha em Nevada e com a maior organização no Estado. Ele precisava de uma vitória com folga depois do empate virtual em Iowa e de uma vitória tímida em New Hampshire. Perder no Estado seria frustrante.

O democrata passou 20 dias em Nevada e gastou US$ 1,54 milhão em propagandas no Estado. Até a primária do sábado 22, ele possuía 21 delegados e brigava para obter a maioria dos 36 de Nevada. Agora, ele sai consolidado após vencer o caucus com uma larga vantagem em relação aos seus oponentes: com 60% da apuração concluída, ele tem 46% dos votos. 

O ex-vice-presidente Joe Biden e a senadora Elizabeth Warren tentaram arrancar suas campanhas depois de resultados ruins nos primeiros dois Estados, enquanto o ex-prefeito de South Bend, Indiana, Pete Buttigieg e a senadora Amy Klobuchar buscavam provar que têm apelo entre o eleitorado mais diversificado de Nevada, mas Sanders saiu consolidado do Estado. 

A campanha de Biden afirmava antes da votação que o segundo lugar em Nevada lhe daria fôlego para continuar rumo à indicação democrata. Ele também passou 20 dias em Nevada, mas seu investimento em propaganda no Estado foi de US$ 1,16 milhão. 

Para Entender

Como funciona a escolha do presidente dos EUA

No dia 3 de novembro de 2020, 224 milhões de eleitores americanos irão às urnas e darão seu veredicto sobre a presidência de Donald Trump; veja o que mais está em jogo

Com 60% da apuração concluída, Biden permanece em segundo lugar, mas com 19,6% dos votos, ou seja, muito distante de Sanders.

Buttigieg testou em Nevada o apoio das populações latina e negra. Gastando US$ 1,26 milhão em propagandas no Estado e após ficar 24 dias no local, o ex-prefeito de South Bend tentou superar expectativas, mas não conseguiu. 

Até agora, o candidato possuía 22 delegados, mas deve perder a liderança para Sanders. Em Nevada, ele deve ficar com a terceira posição, mas pouco distante de Biden. / NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.