AP
AP

Sandy causa mudanças em procedimentos da eleição nos EUA

Autoridades estudam mudar alguns locais de votação, que pode ter período estendido

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2012 | 14h05

WASHINGTON - Os responsáveis pela organização da eleição para presidente dos EUA estão trabalhando para determinar formas de realizá-la no Nordeste do país, região bastante afetada pela passagem da supertempestade Sandy, que causou enchentes, blecautes e danificou estradas.  A eleição acontece na próxima terça-feira, dia 6 de novembro. Em Nova York, autoridades afirmaram que talvez tenham que mudar alguns dos locais de votação. Já o governador de Connecticut, Dannel Malloy, adiou a data limite para os eleitores se registrarem, de terça-feira para quinta-feira. Em Maryland, oficiais preparam cédulas de papel para serem utilizadas se algumas das urnas eletrônicas utilizadas no Estado tiverem sido danificadas. As mudanças em Maryland e Nova York podem causar longas filas, afirmaram autoridades.

Os Estados também podem estender o período de votação, mas não podem adicionar um dia a não ser que o Congresso permita, o que parece ser improvável.

A situação é, de certa forma, sem precedentes. Organizadores preocupam-se com o prospecto de que o resultado deste pleito tão disputado possa ser afetado pelas inundações e falta de energia.    Com AP

Tudo o que sabemos sobre:
eleições nos EUAfuracão Sandy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.