Saniora afirma não ter recebido nenhum convite de Olmert

O primeiro-ministro do Líbano, Fuad Saniora, afirmou neste domingo não ter recebido nenhum convite do primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, para negociar a paz, como havia sido assegurado anteriormente pelo israelense.Saniora disse que, caso recebesse o convite de Olmert propondo a negociação, o rejeitaria. "Nenhum convite foi feito até o momento. Caso ocorra, será rejeitado de modo categórico", afirmou Saniora. Olmert disse neste domingo ter se dirigido em várias ocasiões a Saniora para negociar a paz. "O primeiro-ministro libanês pode responder ao meu convite, para tentarmos pôr fim ao ódio que parte de seu povo dirigiu contra nós; espero que esse dia não esteja muito longe", disse Olmert.Além de negar a existência do convite, Saniora disse que não está disposto a tolerar declarações semelhantes. O primeiro-ministro afirmou que o Líbano será o último país a firmar a paz com Israel, Estado com o qual não mantém nenhum contato direto ou indireto.Saniora pediu a Israel que respeite a resolução 1.701 do Conselho de Segurança da ONU, aprovada em 14 de agosto, que prevê um cessar-fogo entre o país e o Hezbollah, e prevê a retirada das tropas israelenses do sul do Líbano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.