Santa Cruz começa coleta de assinaturas para referendo

O governo de Santa Cruz, departamento mais rico da Bolívia e principal reduto da oposição, deve iniciar nesta semana o processo de coleta de assinaturas para pedir um referendo sobre seu estatuto autonômico - espécie de Constituição regional. Segundo o governador Rubén Costas, as autoridades locais não buscarão apenas as 70 mil assinaturas necessárias, mas tentarão obter até "1 milhão de firmas". No sábado, Santa Cruz e outros três departamentos - Tarija, Beni e Pando - apresentaram seus estatutos autonômicos para a população. Essas regiões querem independência de La Paz em questões tributárias e administrativas. Esperava-se que os eventos terminassem em conflito, mas o clima foi de celebração. Isso ocorreu em parte porque os departamentos decidiram que os documentos serão levados a referendo.A idéia inicial era que eles fossem aprovados nos comícios de sábado por aclamação popular. Ainda é incerto que tipo de medidas os departamentos poderão tomar daqui para frente, apesar de alguns líderes já terem apresentado uma série de projetos para implementar a autonomia. O mais provável, segundo analistas, é que eles esperem que o documento seja ratificado em consulta popular antes de implementar as mudanças. Enquanto isso, em La Paz, o presidente Evo Morales voltou a pedir diálogo à oposição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.