Drew Angerer/AFP
Drew Angerer/AFP

Santos entrega cópia do acordo de paz à ONU

Presidente colombiano apresentou documento na reunião do Conselho de Segurança antes de o organismo iniciar as discussões sobre a violência na Síria

O Estado de S. Paulo

21 de setembro de 2016 | 16h43

A Colômbia apresentou nesta quarta-feira, 21, ao Conselho de Segurança da ONU, em Nova York, o acordo de paz que coloca fim a 52 anos de guerra, antes de o organismo multilateral iniciar as discussões sobre a violência na Síria.

Na reunião, realizada no âmbito da Assembleia-Geral da ONU em Nova York, o presidente Juan Manuel Santos entregou ao Conselho uma pasta com os detalhes do acordo, que foi recebida com aplausos de pé. "Venho entregar o resultado de um grande esforço para acabar com o último conflito armado do hemisfério ocidental", disse Santos.

O acordo será assinado na segunda-feira em Cartagena, em um ato que contará com a presença do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e depois será submetido a um referendo no dia 2 de outubro.

Ban felicitou o governo colombiano "por sua visão e determinação" ao acabar com uma guerra de 52 anos que deixou 260 mil mortos, 45 mil desaparecidos e 6,8 milhões de deslocados.

E acrescentou, num momento em que as negociações para fazer uma pausa no sangrento conflito sírio se estancam: "A paz na Colômbia passa uma mensagem muito poderosa ao mundo".

Após a nota positiva, os ministros das Relações Exteriores dos 15 países membros do Conselho de Segurança passaram a discutir uma forma para colocar fim ao sangrento conflito na Síria. / AFP 

 

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaJuan Manuel SantosFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.