Dolores Ochoa/AP
Dolores Ochoa/AP

Colômbia entrega toneladas de alimentos para Equador após terremoto

Presidente colombiano expressou suas ‘condolências’ às famílias das vítimas. Tragédia deixou mais de 600 mortos e 16 mil feridos

O Estado de S. Paulo

25 Abril 2016 | 09h57

MANTA, EQUADOR - O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, entregou no domingo 25 toneladas de alimentos e mantimentos para os atingidos pelo terremoto que devastou a costa do Equador na semana passada e visitou as regiões afetadas junto a seu colega, o presidente equatoriano Rafael Correa.

"Colocamos um grão de areia com a ajuda que está aqui presente: cerca de 25 toneladas, 4 voos (logísticos), 2 barcos que chegaram com água e alimentos", disse Santos em uma declaração à imprensa depois de percorrer áreas destruídas na cidade de Manta, na província de Manabí, no oeste do país.

Santos também expressou suas "condolências" a todas as famílias das mais de 600 vítimas da tragédia", entre as quais encontram-se 11 colombianos.

Os líderes se reuniram em Manta, a área mais afetada pelo terremoto de 7,8 graus na escala Richter que abalou o Equador no dia 16 de abril, deixando mais de 600 mortos e 58 desaparecidos, segundo o último balanço oferecido pelo presidente Correa.

"Hoje mais do que nunca queremos agradecer a você, à Colômbia por toda esta solidariedade, o que de fato é realmente impressionante", declarou Correa antes de se despedir do colega colombiano.

O terremoto, que em um minuto destruiu balneários do Pacífico, também deixou 16.601 feridos e 25.640 desabrigados. /AFP

Mais conteúdo sobre:
terremoto Equador Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.