AP Photo/Fernando Vergara
AP Photo/Fernando Vergara

Santos pede a Pence que descarte intervenção militar dos EUA na Venezuela

Em visita a Cartagena, vice americano afirma, no entanto, que EUA esperam solução pacífica para crise

O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2017 | 21h41

CARTAGENA - O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, pediu neste domingo, 13, ao vice-presidente de Estados Unidos, Mike Pence, que desconsidere uma eventual "intervenção militar" na Venezuela, após a advertência lançada nesse sentido pelo presidente Donald Trump. 

"Expressei ao vice-presidente Pence que a possibilidade de uma intervenção militar não deve ser contemplada. Nem a Colômbia nem a América Latina – do sul do Rio Grande até a Patagônia, poderiam estar de acordo", disse Santos em uma declaração à imprensa com o líder americano, ao fim da reunião em Cartagena.

O vice americano, por sua vez, disse que a Venezuela “caminha para uma ditadura” e os EUA têm “muitas opções” para responder.  Trump afirmou na sexta-feira que estudava “muitas opções para o caso venezuelano”, incluindo uma possível “opção militar”, se preciso. O chavismo rechaçou as ameaças. 

Pence, no entanto, afirmou hoje que os EUA "esperam econtrar uma solução pacífica" para o país. "O presidente (Trump) tem confiança de que, ao trabalhar com nossos aliados na América Latina, poderemos encontrar uma solução pacífica para a crise que enfrenta o povo venezuelano", disse. / AFP, REUTERS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.