São mais de 40 os mortos em explosão na Chechênia

Um caminhão-bomba explodiu nesta segunda-feira em um complexo governamental no norte da Chechênia, deixando pelo menos 41 mortos e mais de 100 feridos, informaram autoridades locais. A explosão ocorre no primeiro dia útil após uma série de feriados e mostra que a violência continua a afetar a república separatista, apesar de o governo russo garantir que a guerra de mais de três anos e meio está perdendo intensidade e a vida, aos poucos, volta ao normal.A explosão de 1,3 tonelada de TNT ocorreu na cidade de Znamenskoye e destruiu completamente o prédio de dois andares que abriga o Serviço Federal de Segurança, serviço secreto que sucedeu a KGB, disse o general Ruslan Avtayev, diretor do Ministério de Situações Emergenciais na Chechênia. A explosão também causou danos a oito residências e quatro prédios públicos situados nas proximidades, disseram fontes.O coronel Sergei Lebedev, subdiretor do Ministério de Situações Emergências para o sul da Rússia, informou que 41 pessoas morreram e 111 estão internadas em hospitais próximos, segundo os dados mais recentes.O general Ivan Teterin, diretor do ministério na região, informou que 57 pessoas estão internadas em condições críticas. Entre os mortos há seis crianças com menos de 12 anos e 13 mulheres, disse Avtayev. A maior parte das pessoas internadas foi retirada dos escombros.O presidente da Rússia, Vladimir Putin, qualificou a explosão como um ato terrorista perpetrado com o objetivo de interromper os esforços para a paz na Chechênia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.