São oito os mortos em explosão na Rússia

O número de mortos na explosão de uma bomba, neste domingo, num mercado de flores russo, subiu para oito, nesta segunda-feira, depois que um homem morreu no hospital vitima de ferimentos, informaram autoridade. Trinta e quatro pessoas continuam hospitalizadas.A explosão ocorreu na cidade de Vladikavkaz, 1.500 quilômetros a sudeste da capital russa, próxima da fronteira com a república separatista da Chechênia. O ministro do Interior da região, Kazbek Dazntiyev, afirmou, nesta segunda-feira, que a explosão foi um ato terrorista cometido pelos rebeldes chechenos.Esta foi a última de uma série de explosões no mercado da cidade, que deixou aproximadamente 70 mortos durante os últimos três anos. O mercado estava tomado por pessoas que se preparavam para a cerimônia dominical da Igreja Ortodoxa, quando flores são depositadas pelos fiéis nos túmulos de parentes próximos.A bomba, que continha 500 gramas de TNT, teve seu efeito aumentado por estar alojada dentro de um tambor de ferro. Uma investigação com acusações de terrorismo e assassinato já foi instaurada pela procuradoria do norte do Cáucaso, segundo informou o diretor responsável pelo órgão, Vladimir Kravchenko. O funcionário russo especula que a bomba poderia ter sido detonada para desestabilizar a região durante as próximas eleições na vizinha república da Ingushétia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.