São pelo menos 11 os mortos em atentado no Iraque

Pelo menos 11 pessoas morreram em mais um atentado suicida, desta vez contra um quartel das forças polonesas em Hilla, 100 quilômetros ao sul de Bagdá. Dois caminhões-bomba tomaram parte do ataque. Dois caminhões foram usados. O primeiro explodiu ao chocar-se com um muro de concreto que protegia a entrada da base militar. O segundo foi detido pelos guardas, que mataram o motorista suicida a tiros antes que atingisse seu alvo.Segundo a porta-voz da administração civil americana no Iraque Hillary White, todos os mortos no atentado de Hilla são iraquianos que passavam pelo local ou moravam nas proximidades da base. Entre os 64 feridos, há 31 iraquianos, 12 filipinos, 10 poloneses, 10 húngaros e um americano. Onze casas próximas da base desmoronaram e outras ficaram danificadas, com paredes inteiras destruídas. Montes de entulho se espalhavam pela área.O atentado se seguiu a uma onda de ataques contra delegacias de polícia e instalações militares iniciada na semana passada, que causaram a morte de mais de 125 pessoas em Iskandaria, Bagdá e Faluja.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.