São pelo menos dois os mortos em conflito na Venezuela

Embates entre a polícia e milhares de manifestantes que exigem um referendo revogatório do mandato do presidente Hugo Chávez deixaram pelo menos dois mortos e dezenas de feridos. O enfrentamento teve lugar na sexta-feira, enquanto Chávez abria uma cúpula de dois dias com líderes de 18 outros países, incluindo o Brasil. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já retornou da Venezuela.Perto do local da cúpula, no Hotel Hilton da capital, tropas abriram fogo com bombas e gás lacrimogêneo contra a multidão que antichavistas, que reagiu atirando pedras. Alguns manifestantes atearam fogo a pneus e sacos de lixo.Os militares puseram 50.000 soldados nas ruas para a cúpula, e avisaram que protestos não seriam tolerados. O governo venezuelano cortou a cobertura ao vivo da violência, mesmo em canais privados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.