São três os parentes seqüestrados de Allawi

Três membros da família do primeiro-ministro interino do Iraque, Ayad Allawi, foram seqüestrados por homens armados da casa onde vivem, disse o porta-voz do premier. Mais cedo, o porta-voz Thair al-Naqeeb havia confirmado a captura de dois parentes de Allawi, mas a informação foi retificada mais tarde. Al-Naqeeb identificou as vítimas como Ghazi Allawi, primo do premier, sua mulher e sua nora. Nota publicada em website islâmico diz que os reféns serão mortos em 48 horas se a ofensiva contra Faluja não terminar e todos os prisioneiros iraquianos não forem libertados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.