Sapatada contra Bush vira piada para Lula

Antes de iniciar a entrevista de ontem, o presidente Lula brincou pedindo que ninguém tirasse nenhum sapato do pé, em alusão à atitude do jornalista iraquiano que atirou os dois pés de sapato contra o presidente dos EUA, George W. Bush, no domingo, em Bagdá. "Gente, por favor. Ninguém tire os sapatos porque aqui, como faz muito calor, a gente vai perceber o chulé antes que alguém decida jogá-los", disse o presidente brasileiro, que estava ao lado de outros sete mandatários no encerramento da CALC. O ataque com sapatos do jornalista iraquiano contra o presidente Bush quase foi reproduzida ontem, mas no sentido inverso entre Lula e um jornalista estrangeiro. Lula, que já havia começado a entrevista coletiva dizendo para os repórteres serem sucintos em suas perguntas porque todos os presidentes estavam com "muita hambre", fez um gesto brincando de tirar o sapato para acertar um jornalista estrangeiro que se alongava em sua indagação. O presidente do México, por sua vez, primeiro a chegar para a entrevista, assim que chegou à sala, fez um apelo aos jornalistas que estavam ao seu lado: guardem seus sapatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.