Sapatos voam contra o líder do Iêmen

População exige renúncia imediata do presidente Ali Abdullah Saleh, no poder há 30 anos.

BBC Brasil, BBC

28 de março de 2011 | 07h48

Sapatos foram atirados contra um telão em Sanaa, no Iêmen, durante o pronunciamento do presidente, Ali Abdullah Saleh, em cadeia nacional no domingo.

Em seu discurso, Saleh dizia que estaria disposto a renunciar, desde que lhe permitissem uma saída digna.

Mas manifestantes reunidos na praça Taghyeer, na capital iemenita, deixaram clara a revolta. Eles exigem a renúncia imediata do presidente.

O presidente Ali Abdullah Saleh estaria disposto a renunciar neste ano

O ministro do Exterior, Abubakr al-Qirbi, teria afirmado que é possível que se encontre uma saída pacífica em breve, baseada na proposta de Saleh de renunciar até o fim do ano.

No entanto, o Iêmen está profundamente dividido e, a exemplo do que aconteceu na Tunísia e no Egito, desde janeiro vem sendo palco de manifestações contra o seu líder.

O presidente Saleh está no poder há mais de 30 anos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.