''''Sarado'''', Putin rouba corações

Fotografias que mostram o presidente de peito desnudo causam furor na Rússia

Mike Eckel/AP, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2023 | 00h00

Quando faz uma demonstração de força diplomática e militar, o presidente russo, Vladimir Putin, sempre ganha as manchetes. Mas poucos previram a avalanche de comentários e especulações que sucederam a publicação de fotos de Putin, de 54 anos, sem camisa durante suas férias com o príncipe Alberto II de Mônaco, nas montanhas da Sibéria, na semana passada. As imagens dos músculos abdominais de Putin mostradas com destaque no site oficial do presidente despertaram críticas e aceleram o pulso de algumas de suas admiradoras.A mídia russa ainda não se cansou. O tablóide Komsomolskya Pravda publicou ontem uma enorme foto do presidente de peito desnudo com a legenda "Seja como Putin". O motivo? Um guia mostra exatamente quais os exercícios necessários para desenvolver um torso como o do líder russo. Enquanto isso, observadores do Kremlin têm andado ocupados tentando adivinhar que tipo de mensagem política as fotos podem enviar, uma vez que Putin tem repetido que planeja deixar o cargo no final do seu segundo mandato, no próximo ano, como exigido pela Constituição. Um programa de rádio de entrevistas cogitou a possibilidade de que as fotos tenham a intenção de elevar o poder pessoal para atrair eleitores de Putin.Quando a comentarista Yevgeniya Albats passou a sugerir que a foto dele seminu não era condizente com um líder russo, as mulheres ouvintes a criticaram em e-mails manifestando sua admiração pelo físico de Putin.O Komsomolskaya Pravda noticiou que as mulheres que visitaram o site do jornal postaram comentários sobre o "peito vigoroso" de Putin e disse que elas "estavam soltando gritinhos de deleite e cobrindo-o de elogios". Salas de bate-papo e blogs gay russos ficaram particularmente intrigados pelas fotos. Muitos afirmaram que Putin, ao se despir até a cintura, estava de alguma forma pedindo mais tolerância para com o homossexualismo na Rússia - onde gays e lésbicas na sua maioria permanecem "no armário". Alguns jornais chegaram a brincar com o episódio, compararam a aventura na montanha de Putin com o príncipe Albert, de Mônaco, com o filme O Segredo de Brokeback Mountain, uma história de amor entre caubóis gays. O líder russo, que é casado e tem duas filhas, há muito cultiva uma imagem de machismo e virilidade. Conhecido como esquiador e faixa preta em judô, Putin já apareceu na televisão russa dirigindo um caminhão, operando um trem, navegando num submarino e co-pilotando um caça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.