Sarah é vaiada em jogo de hóquei

Sarah Palin, candidata a vice-presidente na chapa do republicano John McCain, foi vaiada ontem durante uma partida de hóquei da liga profissional americana na Pensilvânia, Estado-chave nas eleições de novembro. Sarah foi apresentada pouco antes do jogo entre o Philadelphia Flyers, time da casa, e o New York Rangers. Ela entrou no ringue para dar início à partida, mas, assim que seu nome foi anunciado, os torcedores começaram os xingamentos e gestos obscenos. As vaias duraram cerca de dois minutos e só pararam quando Sarah voltou para a tribuna. Boa parte da imagem maternal de Sarah foi vendida durante a campanha no fato de ela gostar de ir aos jogos de hóquei dos filhos. Ontem, no entanto, não era mesmo o dia dela. Sarah assistiu aos dois primeiros períodos, quando o time local tomou uma surra dos Rangers e foi goleado por 4 a 0. Assim que ela deixou a arena, os Flyers se recuperaram e diminuíram o vexame para 4 a 2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.