Sarah gastou US$ 50 mil em reforma

O jornal "Boston Herald" acusou ontem Sarah Palin, vice-presidente na chapa do republicano John McCain, de ter gastado mais de US$ 50 mil para reformar a residência oficial do governo do Alasca e sua mansão em Juneau, capital do Estado. Assessores de campanha de McCain tentaram caracterizar os gastos como "despesas de rotina". "Sarah tem um longo histórico de usar seu poder de veto para cortar gastos desnecessários", afirmou Jeff Grappone, um dos estrategistas da campanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.