Sarkozy aceita pedido de demissão do primeiro-ministro François Fillon

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, aceitou ontem à noite a demissão do governo do primeiro-ministro François Fillon, abrindo margem a uma reforma ministerial esperada há cinco meses. Com a remodelação de sua administração, o chefe de Estado francês, que se encontra em seu nível mais baixo de popularidade, pretende dar um novo impulso ao final de seu mandato, mirando à corrida presidencial de 2012. O governo francês informou que não anunciaria o nome do novo primeiro-ministro ontem, mas o fato de que Fillon deve reassumir o cargo já é dado como certo. Enquanto o anúncio oficial não for feito por Paris, o gabinete demissionário se ocupará dos assuntos correntes do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.