Sarkozy cometeu gafe na noite da derrota, dizem fontes

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, não se conteve e teria explodido com assessores na noite de 6 de maio, quando pesquisas de boca de urna já o davam como perdedor das eleições presidenciais francesas, vencidas pelo rival socialista François Hollande.

AE, Agência Estado

09 Maio 2012 | 19h00

"Perder é sempre difícil, mas pensar que vamos deixar os socialistas administrarem esse monte de merda tem algo de delicioso", disse o mandatário, sem ser gravado, aos mais fiéis assessores na noite da derrota. "A transição deve acontecer o mais rápido possível. E depois, viva a vida verdadeira", teria afirmado. Em público, Sarkozy tem sido polido e desejou "boa sorte" a Hollande. A transmissão do cargo acontecerá no dia 15.

As informações são da Agência Ansa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.