Sarkozy diz que deixará política se perder eleição

Prestes a concorrer à reeleição, em abril, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou a jornalistas em uma conversa "off the record" que deixará a vida política se isso ocorrer. "Em caso de fracasso, eu abandono a política. É uma certeza", disse. "Pela primeira vez na minha vida, confronto-me com o fim de minha carreira." Segundo jornalistas presentes, o objetivo de Sarkozy seria mostrar aos franceses que não tem apego ao cargo.

O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2012 | 03h03

Questionado sobre como seria sua vida após a política, Sarkozy fez piada: "Será menos interessante, mas muito mais agradável", disse. De acordo com institutos de pesquisa, o socialista François Hollande tem cerca de 27% das intenções de voto. O atual presidente tem 23%. / A.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.