Sarkozy é criticado após comentar sobre pedofilia na França

O candidato de direita à Presidência da França Nicolas Sarkozy enfrentou críticas de seus rivais e da Igreja neste sábado, 7, após ter dito que as pessoas podem nascer pedófilas. Sarkozy, que tem confortável vantagem nas pesquisas de opinião para as eleições de abril e maio, disse à última edição da revista Philosophie que está inclinado "a pensar que as pessoas podem nascer pedófilas". "Quando Sarkozy vai longe o suficiente para dizer que um bebê pode nascer pedófilo... em que tipo de sociedade estamos vivendo?", indagou o candidato de centro à Presidência da França Francois Bayrou em entrevista a uma TV francesa. Mais cedo, o arcebispo de Paris, Andre Vingt-Trois, também questionou os comentários de Sarkozy. "O que me parece mais sério é a idéia de que não podemos mudar o curso de nosso destino", afirmou ele a uma emissora de rádio. O principal rival de Sarkozy nas eleições, a socialista Segolène Royal, considerou as palavras do oponente como "ultrajantes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.