Sarkozy e Hollande votam na eleição para presidente

As eleições da França, neste domingo, vão reduzir a dois nomes uma lista de 10 candidatos para a decisão em 6 de maio, determinando o curso do país nos próximos cinco anos.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2012 | 10h09

Dados do Ministério do Interior apontam que 28% dos mais de 44 milhões de votantes vão às urnas antes do meio-dia na França, menos do que 31% na eleição de 2007, mas um número acima do que foi visto nas quatro eleições anteriores.

Pesquisas de opinião têm mostrado que o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e seu principal oponente, o socialista François Hollande, vão passar para o segundo turno, sendo que Hollande venceria o pleito.

"Esta é uma eleição que pesará para o futuro da Europa", disse Hollande, depois de votar em Tulle, cidade no centro da França. "Eles olham não tanto para o nome do vencedor, mas especialmente para as políticas que se seguirão". "É por isso que não estou em uma competição de personalidades, mas em uma competição na qual eu devo dar um novo fôlego para meu país e um novo comprometimento com a Europa", acrescentou.

Sarkozy acenou para seus correligionários e se desculpou com aqueles que estavam nas zonas de votação "pela grande agitação" enquanto ele votava em uma escola no oeste de Paris, com sua esposa, Carla Bruni, seguidos por jornalistas. Ele não conversou com a mídia na saída.

As pesquisas de opinião mostram que preocupações com emprego, diante da taxa de desemprego perto do maior nível em 10 anos no país, e a economia são os tópicos principais. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesFrançaSarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.