Sarkozy e Ségolène retomam campanha eleitoral na França

Os dois candidatos que passaram para o segundo turno das eleições presidenciais francesas, o conservador Nicolas Sarkozy e a socialista Ségolène Royal, retomam nesta segunda-feira, 23, a campanha eleitoral, com uma vantagem nas pesquisas para o primeiro.Sarkozy, que no domingo, 22, ficou em primeiro com 31,11% dos votos em uma jornada eleitoral com participação superior a 84%, inicia um novo "Tour de France" que começa esta tarde com um comício em Dijon (nordeste), e que seguirá nos dias seguintes a Ruan, Clermont-Ferrand e Paris.Ségolène, que graças à alta participação e ao voto "útil" pôde obter na votação de domingo 25,85% dos sufrágios, deve falar para seus simpatizantes esta tarde em Valence (sudeste), antes de passar por Montpellier, Lyon e Paris.Um momento-chave na campanha que recomeça agora será o esperado debate entre os dois candidatos, que provavelmente acontecerá em 2 de maio.François BayrouTanto o presidente da União por um Movimento Popular (UMP) e ex-ministro do Interior como a presidente socialista da região de Poitot-Charentes terão de atrair os eleitores dos outros candidatos, e muito em particular os do centrista François Bayrou, que ficou na terceira posição com 18,55%.A inclinação dos eleitores de Bayrou por um ou outro parece ser a chave para o resultado do segundo turno, no dia 6 de maio, e por isso o posicionamento do presidente da União pela Democracia Francesa (UDF) será relevante.Também não serão desprezados os votos que foram no primeiro turno para o líder da extrema direita Jean-Marie Le Pen, que teve de se conformar com 10,51%, após ter sido a grande surpresa há cinco anos ao passar para o segundo turno.Uma pesquisa realizada ontem pelo instituto LH2 aponta para uma vantagem inicial de Sarkozy, com 54% das intenções de voto, enquanto Ségolène teria 46%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.