Sarkozy lamenta fracasso em moratória de obra de Israel

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, lamentou hoje o fato de Israel não ter renovado uma moratória nas construções em assentamentos judaicos em terras ocupadas da Palestina. O líder francês pediu o fim dessas obras.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2010 | 13h23

"Nós lamentamos que os pedidos unânimes de moratória na construção em assentamentos israelenses não tenham sido ouvidos, eu deploro isso", disse Sarkozy, em conversa com jornalistas ao lado do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas.

Os palestinos querem essas terras onde ficam os assentamentos como parte de seu futuro Estado independente, e ameaçam interromper o diálogo com os israelenses por causa dessas obras. Sarkozy disse que o congelamento de dez meses nas construções "deve ser ampliado para dar uma chance à negociação". As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.