Sarkozy retoma popularidade na França, diz pesquisa

O comportamento diante da crise na zona do euro e em encontros globais no último mês elevou a popularidade do presidente da França, Nicolas Sarkozy, que retomou parte do espaço perdido para o socialista François Hollande, cinco meses antes das eleições presidenciais marcadas para maio, segundo uma pesquisa. Sarkozy deve tentar a reeleição.

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2011 | 09h20

A pesquisa LH2-Yahoo!, publicada na noite de domingo, mostrou Sarkozy com 29%, enquanto Hollande estava com 30%, um empate técnico. A líder de extrema-direita Marine Le Pen ficou em terceiro, com 15% das intenções de votos.

"O presidente se beneficia da retomada na confiança pelos franceses, após sua mobilização e liderança afirmadas durante o gerenciamento da crise grega", afirmou Adelaide Zulfikarpasic, chefe de pesquisas da companhia LH2. "Os benefícios criados pelas intervenções europeias em termos de estatura internacional não foram superados pelos anúncios de austeridade no plano doméstico."

A LH2 entrevistou 958 pessoas, por telefone, entre os dias 18 e 19 de novembro. A margem de erro da pesquisa é de 3,5 a 4 pontos porcentuais.

Em uma pesquisa anterior da mesma empresa, realizada entre 21 e 22 de outubro, Hollande aparecia com 39%, enquanto Sarkozy tinha 24% no primeiro turno.

No segundo turno, porém, Hollande segue como favorito, mostra a pesquisa. O socialista aparece com 58% das intenções de votos, enquanto Sarkozy está com 42%. Na pesquisa anterior, essa diferença era de 60% a 40% a favor do socialista. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançapolíticaSarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.