Sarkozy se irrita com boatos de infidelidade

FRANÇA

, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2010 | 00h00

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou ontem que não perderia "nem um segundo" com as especulações de que teria uma relação extraconjugal e de que seu casamento com a modelo Carla Bruni vai mal. Questionado por um jornalista enquanto visitava a Grã-Bretanha, Sarkozy qualificou a pergunta de "lixo ridículo". "Você realmente não sabe o quanto um presidente é ocupado", atacou. Carla negou rumores e disse que confia em seu marido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.