Sars, embora controlada, pode reaparecer, diz OMS

Embora o surto epidêmico da Sars possa estar sob controle por enquanto, os especialistas em saúde pública afirmaram nesta quarta-feira em Kuala Lumpur ter dúvidas de que a síndrome respiratória aguda severa possa ser totalmente eliminada, e anunciaram que estão testando novos medicamentos para a prevenção e combate à enfermidade.A diretora da Organização Mundial da Saúde, Gro Harlem Brundtland, sugeriu hoje que alguns fundos destinados a pesquisas com armas sejam redirecionados para pesquisas que ajudem os profissionais da saúde a combater doenças como a Sars, também chamada de pneumonia atípica ou asiática.Falando na sessão final de uma conferência sobre a Sars na capital da Malásia, Brundtland disse que ?uma grande quantidade de investimentos é destinada ao setor militar e pesquisas relacionadas a este setor?, e lembrou que muitas autoridades governamentais já perceberam que a questão da saúde pública é uma questão de segurança.Durante o encontro de dois dias, Brundtland, ao lado de cerca de 1.000 pesquisadores médicos, funcionários governamentais e especialistas em saúde pública, discutiram os avanços e as lições aprendidas com a epidemia de Sars, que matou cerca de 800 pessoas e infectou mais de 8.400 em todo o mundo; entre as pessoas infectadas, 95% estão em países asiáticos. A maioria dos representantes governamentais presentes à conferência consideraram que a crise está em declínio e que o surto epidêmico está controlado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.