Satélite chinês entra na órbita da Lua

Um satélite chinês entrou nestasegunda-feira na órbita da Lua, 12 dias depois de seulançamento, um fato festejado como sendo um novo marco naexploração do espaço pela China. A Chang'e 1 recebeu instruções da missão de controle parareduzir a velocidade quando estava a 200 quilômetros da Lua, demodo que pudesse ser capturada pela gravidade do astro, segundoa agência de notícias Xinhua. A sonda deve examinar a superfície lunar a partir dequarta-feira, preparando o envio de um veículo não-tripulado em2012 e de uma missão tripulada dentro de 15 anos. Sun Laiyan, chefe da Administração Nacional do Espaço daChina, disse que a sonda "completou todas as suas manobrasperfeitamente". "Isso marca o primeiro passo na exploração do espaço maisprofundo", disse Sun à TV estatal. Em 2003, a China tornou-se o terceiro país do mundo (após aextinta União Soviética e os EUA) a colocar uma pessoa emórbita a bordo de uma nave própria. Em outubro de 2005, o país colocou dois homens em órbita, epara 2008 Pequim planeja uma caminhada espacial. (Por Chen Aizhu)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.