Saudita procurado pelo FBI se entrega em Riad

Um homem procurado pelo FBI por suposta ligação com os terroristas de 11 de setembro foi detido pelas autoridades sauditas, segundo informações do pai dele. Saud Abdulaziz Saud al-Rasheed se entregou voluntariamente à polícia em Riad, capital saudita. O FBI habia emitido um mandado internacional de prisão do saudita. Autoridades em Washington afirmaram que a foto dele foi encontrada junto com fotografias de vários seqüestradores. O pai de Al-Rasheed, no entanto, nega que o filho tenha vínculos com grupos terroristas. "Ele nunca segurou uma arma em sua vida", declarou. Além disso, segundo o pai, o rapaz "nunca pisou nos Estados Unidos nem na Europa". Segundo ele, o filho já viajou ao Afeganistão uma vez, "mas retornou à Arábia Saudita muito tempo antes dos atentados". O governo saudita ainda não confirmou a prisão de Saud al-Rasheed.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.