Schalit completa 5 anos de cativeiro nas mãos do Hamas

O grupo militante islâmico Hamas disse que o soldado israelense Gilad Schalit, capturado há cinco anos, só será libertado em troca de prisioneiros palestinos.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2011 | 10h15

Schalit foi sequestrado em 25 de junho de 2006 na fronteira de Israel com a Faixa de Gaza, durante um ataque. Desde então ele não foi mais visto e seu estado de saúde é desconhecido.

Num vídeo de 39 segundos postado neste sábado num site oficial do grupo, o Hamas disse que Schalit não "verá a luz" até que milhares de prisioneiros palestinos mantidos em prisões israelenses sejam libertados. Todas as tentativas de negociação sobre a troca nos últimos anos não deram resultado.

Os defensores e familiares de Schalit lembrarão o quinto aniversário de sua captura com uma manifestação em Israel. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGiladSchalt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.