Schäuble ameaça Rússia com novas sanções

Possíveis consequências negativas para a economia da Alemanha não a impedirão de impor sanções mais duras à Rússia, afirmou hoje o ministro de Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, apelando a Moscou que respeite as regras internacionais e ajude a estabilizar a situação na Ucrânia.

Agência Estado

01 de julho de 2014 | 12h09

Os comentários vêm num momento em que a União Europeia considera a possibilidade de anunciar nova sanções contra a Rússia, possivelmente ainda hoje, após o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, ter decidido suspender um cessar-fogo de dez dias no leste do país, onde soldados do governo combatem separatistas pró-Moscou.

"Na verdade, não queremos mais sanções", disse Schäuble a jornalistas estrangeiros, acrescentando que a Alemanha deseja uma parceira com a Rússia. "Mas temos de insistir que as regras (internacionais) sejam respeitadas." Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaSchäublerússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.