Schäuble: UE não será chantageada por Reino Unido

O ministro de Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, pediu que o Reino Unido não realize um referendo sobre a permanência do país na União Europeia. Em uma entrevista para o jornal Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung, o ministro alemão disse querer um envolvimento maior dos britânicos nos assuntos europeus.

AE, Agência Estado

23 de dezembro de 2012 | 14h53

"Deixar a UE seria uma decisão errada para o Reino Unido e não seria bom para a Europa. Nós queremos manter o Reino Unido na UE, não forçá-los a sair. Mas não vamos ser chantageados por ninguém em função disso", afirmou Schäuble.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, está sob pressão de uma ala do seu próprio Partido Conservador para resistir e, quando possível, reverter a tendência de centralização de poderes na UE. Na entrevista, o ministro alemão, que é um forte entusiasta da integração europeia, lamentou o fato de interesses nacionais ainda dominarem o processo político no bloco. "Esse não é o caminho certo no longo prazo", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
UEReino UnidoAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.