Schroeder diz estar preparando encontro com Bush

Num indício significativo de descongelamento nas relações bilaterais, o chanceler alemão, Gerhard Schroeder, disse nesta quarta-feira que funcionários americanos e alemães estão preparando o terreno para um possível encontro entre o chefe do governo alemão e o presidente americano, George W. Bush, à margem da Assembléia Geral das Nações Unidas, que deverá reunir-se em Nova York no próximo mês. ?Eu não descarto que tal encontro ocorrerá à margem da Assembléia Geral da ONU,?, disse Schroeder aos jornalistas em Berlim. Ele considerou as relações entre a Alemanha e os EUA ?muito boas?, um termo que não poderia ser aplicado em qualquer momento do ano passado.Bush tem demonstrado pouco interesse nas relações germano-americanas desde que Schroeder utilizou sua oposição a uma guerra no Iraque em sua bem-sucedida campanha para a reeleição em 2002. As relações esfriaram ainda mais depois que a Alemanha se uniu à França e à Rússia em oposição aos esforços dos EUA no sentido de obter aprovação na ONU para sua campanha militar para derrubar Saddam Hussein à procura de armas de destruição no país árabe. Embora tenha trocado com Schroeder cordiais apertos de mão durante as reuniões da Otan em Praga no ano passado e na do Grupo dos Oito em Evian, na França, em junho passado, o presidente dos EUA recusou-se então a ter um encontro privado com Schroeder. Bush sinalizou um afrouxamento das tensões no último fim de semana, ao agradecer a contribuição da Alemanha para as forças de paz no Afeganistão ao falar para a imprensa em seu rancho no Texas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.