Schroeder promete reviver economia do leste alemão

O chanceler alemão, Gerhard Schroeder, iniciou nesta quarta-feira conversações com o aliado na coalizão de governo - o Partido Verde - com o objetivo de traçar a agenda política e econômica para os próximos quatro anos de mandato. Schroeder prometeu trabalhar para reformar o mercado de trabalho e reviver a economia principalmente do antigo setor comunista do leste."O objetivo consiste em renovar nosso país sem abandonar a coesão social", disse o chanceler depois de uma reunião com os verdes, cujo firme resultado eleitoral permitiu a reeleição de Schroeder por uma margem mínima dos votos. "Quero dizer uma modernização econômica - por exemplo, no mercado trabalhista - e também uma modernização ecológica". Schroeder prometeu "políticas para toda a Alemanha, com ênfase especial no leste", onde um sólido resultado eleitoral dos social-democratas contribuiu para salvar o governo nas eleições de domingo passado.De acordo com especialistas, o novo gabinete de Schroeder terá pouca margem de manobra, já que o governo aumentou a previsão de déficit orçamentário de 2,5% para 2,9% do PIB, pouco abaixo do limite imposto pela zona do euro. O novo gabinete deverá ser anunciado até 18 de outubro, antes porém, da conferência nacional do Partido Verde. Especula-se que os verdes receberão um cargo a mais, elevando para quatro a participação no gabinete federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.