Schroeder quer poder de veto no Conselho de Segurança

O novo membro permanente do Conselho de Segurança deveria ter os mesmo poderes de veto dos atuais países que compõem o órgão, disse nesta quinta-feira o premier da Alemanha, Gerhard Schroeder.Schroeder está no Japão, onde participa de um fórum econômico. "Não se deve aplicar dois padrões" se o Conselho for ampliado, disse o premier.A Alemanha e o Japão estão tentando, juntamente com Brasil e Índia, ganhar um assento permanente no Conselho de Segurança.Há uma proposta de expandir o Conselho dos atuais 15 membros para 24, com mais seis países com assento permanente. Mas não há projetos de aumentar o número de países com poder de veto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.