Schwarzenegger discursa e fala em cortes de orçamento

Em seu primeiro discurso do ano, o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, fixou uma agressiva agenda legislativa para o ano e falou da crise financeira que, segundo ele, exigirá "dolorosos" cortes orçamentários."Nós não temos escolha senão cortar gastos, os quais têm causado a crise em primeiro lugar", disse Schwarzenegger no discursou de ontem, em cadeia de televisão."Esses cortes desafiam a todos nós. Mas nós não podemos dar o que nós não temos. Se continuarmos a gastar e não fizermos os cortes, a Califórnia vai falir", afirmou.O Estado da Califórnia tem um déficit de cerca de US$ 15 bilhões e há um novo rombo de perto de US$ 14 bilhões para o ano que vem. Schwarzenegger não deu detalhes de sua proposta orçamentária, o que será anunciado nesta quinta-feira, mas observou que os cortes serão impostos a todos os níveis de governo.Os principais cortes são esperados para o setor de saúde pública e os programas de previdência social. O governador tem pronta para ser divulgada uma lista de aproximadamente US$ 4 bilhões em redução de gastos que ele deseja, inclusive mudanças no programa estatal de seguro de saúde, que custa anualmente cerca de US$ 10 bilhões ao contribuinte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.