Schwarzenegger diz ter se "comportado mal" com mulheres

O ator Arnold Schwarzenegger, candidato às eleições especiais para governador na Califórnia, dia 7, foi acusado por seis mulheres de assedio sexual. "Um dia, ele colocou a mão debaixo da minha saia e me beliscou", disse uma delas. Preocupado com a repercussão políticas das acusações, o "Exterminador" assumiu ter se "comportado mal" e pediu "desculpas" às vítimas.As acusações contra Schwarzenegger foram feitas ao jornal Los Angeles Times. De acordo com as seis mulheres, os abusos do "Exterminador" começaram na década de 70 e se estenderam até três anos atrás. Três delas revelaram sua revolta ao terem seus seios tocados pelo ator.Uma quarta narrou seu desgosto quando o candidato - casado há 17 anos com a jornalista Maria Shriver, integrante da família Kennedy -, "beliscou minhas nádegas". A quinta vítima queixou-se de que, certa vez, o ator tentou tirar seu maiô dentro de um elevador de um hotel. A sexta disse que Schwarzenegger a puxou e perguntou se alguma vez havia tentado fazer "certo tipo de sexo". Nenhuma das seis pretende processar Schwarzenegger.Após ver seus assessores políticos denunciarem as acusações como "artimanhas da oposição", Schwarzenegger resolveu dar a mão à palmatória. "Onde houve fogo, cinzas há. É verdade que me comportei mal em sets de filmagem e fiz coisas que não eram certas. Peço desculpas a estas pessoas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.