Gus Ruelas/Efe
Gus Ruelas/Efe

Schwarzenegger reconhece filho com empregada

Relação fora do matrimônio poderia ser causa da separação entre o ex-ator e Maria Shriver

Agência Estado

17 de maio de 2011 | 14h07

LOS ANGELES - O ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger reconheceu nesta terça-feira, 17, que teve um filho com sua empregada doméstica. Essa é a possível causa que levou sua mulher, Maria Shriver, a pedir o divórcio. O casal anunciou a separação na semana passada, após 25 anos de matrimônio.

 

Segundo o jornal Los Angeles Times, Shriver teria saído de casa meses antes do anúncio oficial do divórcio, quando Schwarzenegger reconheceu a paternidade da criança. "Depois de deixar o posto de governador, falei com minha esposa sobre esse fato, ocorrido há mais de uma década", disse Schwarzenegger ao jornal, em comunicado enviado também à Associated Press.

 

"Compreendo e mereço a fúria e a desilusão que sentem meus amigos e familiares. Não há desculpa e assumo plena responsabilidade pela dor que causei. Pedi perdão a Maria, aos meus filhos e à minha família. Realmente lamento", declarou o ex-governador. "Peço que os meios de comunicação respeitem minha esposa e meus filhos, nesse período extremamente difícil", afirma o comunicado. "Sei bem que eu mereço a atenção e a crítica de vocês, mas minha família não", disse. O casal tem quatro filhos, com idades entre 13 e 21 anos.

 

Os representantes de Schwarzenegger não comentaram o caso. Um porta-voz da ex-primeira-dama da Califórnia disse ao jornal que ela também não falaria. O Los Angeles Times não informou o nome da empregada, nem do filho. Segundo o diário, a mulher foi empregada da família durante 20 anos e se aposentou em janeiro.

 

Em uma entrevista ontem, antes da declaração de Schwarzenegger, a ex-empregada disse que o pai da criança era seu marido na época. Quando o jornal informou sobre o comunicado de Schwarzenegger, ela não quis comentar. O menino nasceu antes de Schwarzenegger assumir o posto de governador, no qual ficou durante sete anos.

 

Shriver apoiou seu marido na campanha eleitoral de 2003, após o Los Angeles Times publicar que ele tinha fama de "apalpar" as mulheres. Schwarzenegger disse posteriormente que "às vezes me porto mal".

 

No fim de janeiro, Schwarzenegger terminou seu segundo mandato como governador. Desde então, dedica-se a percorrer o mundo, enquanto sua mulher desapareceu da vida pública. O astro da série "Exterminador do Futuro", de 63 anos, se mostrou confiante em seu futuro após a política, com novos contratos no cinema e promovendo globalmente a energia limpa. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.