Scotland Yard vai investigar Saddam Hussein

A polícia inglesa Scotland Yard anunciou nesta quarta-feira que está investigando os supostos crimes de guerra cometidos pelo presidente iraquiano Saddam Hussein. A investigação vai se concentrar especialmente no seqüestro de mais de 4.500 britânicos mantidos reféns no Iraque e no Kuwait no começo da guerra do Golfo, em 1990.A Organização de Defesa dos Direitos Humanos Indict, com sede em Londres, reuniu provas nesse sentido contra Saddam Hussein e contra o vice-primeiro-ministro Tarez Aziz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.