Se eleito, candidato planeja expulsar brasileiros ilegais

Um governo Mitt Romney não seria uma boa notícia para o quase um milhão de brasileiros ilegais nos Estados Unidos. Os imigrantes torcem para que o Congresso aprove uma lei que abra caminho para a legalização, mas Romney é linha-dura em relação ao tema. Ele conversou com o ?Estado?, depois de um comício em Sweetwater, na Flórida. Segundo Romney, seu plano para o problema é objetivo e começa pelo reforço da segurança nas fronteiras. "Vou implementar um sistema para verificar as contratações nas empresas. Quem entrou de forma ilegal terá um tempo para ficar aqui, depois precisará voltar para casa", explicou. "Os ilegais terão de esperar na fila para virar cidadãos dos EUA, sem privilégios." Ele discordou ainda do senador John McCain, sobre a Lei Kennedy-McCain (que prevê formas de legalizar os milhões de imigrantes já nos EUA). "Isso vai contra o desejo do povo americano", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.