Seca deixa cinco milhões de chineses sem água

A seca que atinge o norte da China já deixa cinco milhões de pessoas sem água potável e mais de quatro milhões de cabeças de gado sem ter o que beber, de acordo com a agência estatal Xinhua News. Uma estiagem também ameaça áreas no sul do país.

AE-AP, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 09h28

No norte, as áreas afetadas vão da província de Jilin até a Mongólia. Sem previsão de chuvas, a seca deverá se espalhar para outras regiões, segundo Zhang Xu, do órgão de combate à seca do governo chinês. Cerca de 8,7 milhões de hectares de lavouras foram perdidos.

Tudo o que sabemos sobre:
SecaChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.